Apresentação

 

É fato que, quase a totalidade dos adolescentes submetidos às medidas de Liberdade Assistida (LA), Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) e Internação voltam a prática de ato infracional por não possuírem expectativas de melhores dias para o futuro.
Assim urge, que além da administração pública municipal, estadual e demais órgãos governamentais afins, (Conselhos de Direitos da Criança e Adolescente, Conselhos Tutelares, Entidades de Acolhimento e outros), sejam incrementadas parcerias entre Juizado da Infância e Juventude com o Ministério Público e a sociedade civil (ONGs, clubes de serviços, associações empresariais, maçonarias, universidades, associações da classe médica, odontológica, psicológica, além de outras), com fim de incrementar parcerias voltadas ao adolescente e sua família de forma mais efetiva, fomentando uma política de atendimento de natureza realmente pedagógica, e assim retirar o adolescente da marginalidade que o cerca, modificando seu foco. Neste contexto, nasce o Programa MEU GURI, no intuito de transformara realidade do adolescente, especialmente que se encontra em prática infracional, criando-lhe oportunidades mais justas e de esperança, buscando a sua efetiva reinserção social.